THIS IS WAR

THIS IS WAR. Assim eu começo esse post para tratar de nossas próprias batalhas cotidianas contra aquilo que acreditamos ter urgência em mudar. E nada mais justo do que começar uma guerra , não é mesmo? Não falo das guerras que trazem feridas e causam explosões irreversíveis, deixando máculas pelo tempo. Falo de nossa própria guerra.

A cada dia  podemos ser mais sinceros com nós mesmos. E isso não é cair em discussão existencialista. Que considerem assim, não importa. Fato é que vamos seguindo com tantos medos de nos machucar literalmente após a corrida antes do farol fechar quando estamos a pé ou da acelerada a mais na madrugada do sábado à noite antes que aquele estranho encoste no vidro do carro, e vamos mascarando o que o tempo nos levou a ser: mesquinhos ou encarar a tudo e a todos com olhos de apatia e falsa harmonia.

Nem de longe eu incentivaria  a criação de inimizades ou a baixa de valores que a sociedade estabeleceu ao longo dos anos. Não, eu falo de voltar-se a si mesmo. E isso sim pode ser uma guerra de resultados positivos. Comece cantando um mantra que um dia lhe fez bem ou se permita derramar as lágrimas represadas ao ouvir a música que tanto te emociona sem saber exatamente o porquê. Estamos vivos e isso já é motivo para começar, continuar a seguir. Sem destino pronto ou espera para onde a vida te leve.

Dizer não ou sim conforme o olhar do outro nunca foi coragem. Não, não contraponha com veemência absurda a diretriz de seu superior no trabalho ou quebre as regras de sua casa de uma hora para outra. Todavia tenha consciência de si mesmo e de suas reações e mais ainda, suas iniciativas no decorrer do dia. Você guia a sua vida, ainda quando grita de desespero por não ter a resposta para a dúvida que seria tão simples para o próximo mais próximo que nunca pensou em te ajudar.

THIS IS WAR. Isso é guerra!!!! Comece, prossiga, continue o que não sabe explicar por estar vivo. Aproveite por estar. Sem extremismos, verborragias sem direção. Você conhece o limite do espaço do outro, contudo não pode fechar ainda mais essa linha de ação por força do comodismo, da apatia. Não vão te achar louco se gritar quando tiver vontade de gritar. Supere o que disseram que já estava pronto. Essa guerra é sua, porque ninguém fará o que é seu, ninguém agirá onde é o seu lugar.

-Mais uma da entressafra de Minhas histórias.

 

Abraço,

David Felipe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s